domingo, 17 de julho de 2011

Carrapatinho, Tigrinho, etc...

Eu optei por utilizar a forração original que não existe mais. Esta forração tem nome diferente de acordo com a região: carrapatinho, tigrinho, etc... Como podemos ver nas fotos abaixo a diferença entre a original e a encontrada atualmente é gritante. O material atual é bem mais simples, não segue a tonalidade original e nem possue o "rajado" característico.
Mas onde encontrar a forração original??? Isto é trabalho de busca, principalmente em ferro velhos onde existem possíveis doadores, os bons e velhos VW Sedans ou Fuscas. Eu já possuia alguns pedaços que havia obtido para a restauração de um VW Sedan 1970 segunda série, vermelho cereja, que após restaurado foi vendido ao meu amigo Irê. Com o projeto KG1971 em andamento comecei novas buscas. Na terça-feira visitei o Ferro Velho do Pimenta, que ainda possui alguns VW´s e obtive um pedaço que vai no encosto do banco traseiro do Fusca. Custou R$ 20,00. Neste mesmo dia chegaram a me pedir a "módica" quantia de R$ 100,00 pelo mesmo pedaço que não chega a 0,5m². A pessoa em questão alegou que "um tal de Midas, que inventou a internet, disse que ele poderia vender este pedaço por muito mais no ML, pois tudo que é vendido na internet vale ouro", rsrsrsrs. Ironias a parte infelizmente é este o pensamento corrente por aqui, de que quem mexe com carros antigos tem dinheiro sobrando e paga o que se pedir por um parafuso enferrujado. Em parte muitos de nós somos os culpados por isto, mas isto é estória para outra garrafa de vinho. Na sexta-feira voltando de um cliente, resolvi passar em outro ferro velho que nunca havia visitado. Haviam aproximadamente 07 Fuscas e para minha alegria encontrei dois com os chiqueirinhos completos: encosto do banco, chiqueirinho, caixas de roda e mais o pedaço que liga o chiqueirinho ao encosto do banco. Por tudo isto, vindo de dois "doadores", eu paguei a "enorme" quantia de R$ 35,00. Pois é, já estou pensando em seguir o conselho deste tal de Midas e vender nesta tal de internet... Na sexta-feira a noite coloquei todos os "órgãos" doados de molho em Omo para remover os 40 anos de poeira e terra que estavam encracados. No outro dia o resultado foi o seguinte:
Após o molho, todo o material foi esfregado com escovão e mais Omo (merchandising) e depois removido com lavadora de alta pressão.
Secagem ao sol e material praticamente novo:
Agora com um bom trabalho de tapeceiro, o material será recortado e emendado nas medidas corretas para revestir: caixas de roda frontais, frente dos pedais e pés do passageiro, túnel e caixas de ar. É só estas partes que usam o carrapatinho no KG, ao contrário do que muitos "achistas" dizem. A parte vertical do banco traseiro, laterais do banco traseiro e todo o chiqueirinho do KG é revestido com carpet do tipo bouclet ou buclê (faltei na aula de francês neste dia). Esta informação foi obtida através do exame detalhado e documentado do KG 1970 original que tive a oportunidade de conhecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário